Web Statistics
Recurso sobre pena de Cunha será julgado no TRF-4 no mesmo dia que processo de Lula | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Recurso sobre pena de Cunha será julgado no TRF-4 no mesmo dia que processo de Lula

Recurso sobre pena de Cunha será julgado no TRF-4 no mesmo dia que processo de Lula

Sessão ocorre dia 26. Deputado cassado teve pena reduzida para 14 anos e 6 meses em segunda instância após ser condenado a 15 anos e 4 meses pelo juiz Sérgio Moro. Defesa pede absolvição.

O julgamento do recurso do deputado cassado Eduardo Cunha sobre a condenação dele na Lava Jato vai ser realizado na segunda-feira (26) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, mesmo dia em que ocorre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A sessão começa às 13h30.

Cunha foi condenado pelo juiz Sérgio Moro em primeira instância a 15 anos e 4 meses de prisão por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e evasão de divisas por uma negociação para a exploração de um campo de petróleo na República de Benin pela Petrobras. Ele é acusado de receber US$ 1,5 milhão como propina. A defesa apelou ao TRF-4, e a pena foi reduzida para 14 anos e 6 meses.

O julgamento no TRF-4 ocorreu em novembro de 2017. Cunha está preso desde 2016. Na sentença em primeira instância, Moro disse que ele deveria continuar preso durante a fase de recursos do processo, já que, mesmo na cadeia, tentou chantagear e ameaçar testemunhas.

Os votos dos desembargadores na segunda instância não foram unânimes. A defesa entrou com o recurso de embargos de declaração antes dos infringentes – aos que tem difeito -, por entender que diversos pontos do resultado do julgamento devem ser alterados. Ainda há possibilidade de entrar com esse outro recurso.

“Mesmo que o tribunal rejeite os embargos de declaração, como ainda cabem os infringentes, não entraria no caso da execução da pena na segunda instância”, esclarece o advogado Ticiano Figueiredo.

Com os embargos infringentes a pena pode ser alterada em julgamento. Os embargos de declaração servem para alterar pontos da sentença. “Mas quando a ilegalidade é tão grande, que pode modificar o resultado”, ressalta o advogado.

A defesa questiona a marcação do julgamento para a segunda-feira. “A forma açodada com que foi marcado o julgamanto do recurso do Eduardo Cunha, desrespeitando o rito processual que vinha sendo adotado até aqui, é um exemplo das inúmeras ilegalidades que têm ocorrido na Lava Jato desde a primeira instância”, critica.

O processo iniciou no Supremo Tribunal Federal (STF), já que Cunha tinha foro privilegiado pelo mandato de deputado federal. Com a cassação, a ação foi remetida à Justiça comum.

A defesa sustenta que “não há prova alguma que o Eduardo tenha recebido uma vantagem indevida de corrupção.”

“No entanto, preferiram manter a palavra de um delator”, disse o advogado Pedro Ivo Velloso na sessão do julgamento no TRF-4 que reduziu a pena.

Fonte: g1

O post Recurso sobre pena de Cunha será julgado no TRF-4 no mesmo dia que processo de Lula apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Recurso sobre pena de Cunha será julgado no TRF-4 no mesmo dia que processo de Lula
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Anvisa dá passo rumo à regulamentação da maconha

O assunto ganhou força em novembro de 2017 e, agora, pesquisadores pretendem pressionar com um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *