Web Statistics
Fachin autoriza inquérito que apura repasses de R$ 40 milhões a políticos do MDB | Gazeta de Rondônia
Página Inicial / Brasil / Fachin autoriza inquérito que apura repasses de R$ 40 milhões a políticos do MDB

Fachin autoriza inquérito que apura repasses de R$ 40 milhões a políticos do MDB

Valor teria sido pago pela empresa J&F, e segundo o ex-executivo Ricardo Saud, a pedido do PT; Renan, Jucá e Eunício são alguns dos senadores citados

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de um inquérito para investigar o suposto recebimento, por parte de políticos do MDB, de repasses ilegais provindos da empresa J&F. De acordo com a apuração inicial do Ministério Público, cerca de R$ 40 milhões teriam sido repassados para o partido durante a campanha eleitoral de 2014.

Essa decisão de Edson Fachin foi tomada nessa terça-feira (15), mas só foi registrada nesta quarta (16) no sistema do STF. Tal investigação usará como base uma denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR), apresentada em abril.

De acordo com a procuradora-geral, Raquel Dodge, essas suspeitas são baseadas em delações premiadas. As informações que incriminam políticos do MDB foram reveladas nos depoimentos de Sérgio Machado, ex-senador pelo MDB e ex-presidente da Transpetro, e de Ricardo Saud, ex-executivo da J&F.

O que dizem Machado e Saud sobre o MDB
Em sua delação, Machado disse que chegou até ele a informação de que a JBS – do grupo J&F – faria doações à bancada do MDB do Senado em 2014 no valor de R$ 40 milhões, a pedido do PT.

Os senadores citados pelo delator são Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), Eunício Oliveira (CE), Vital do Rêgo (PB; hoje ministro do Tribunal de Contas da União), Eduardo Braga (AM), Edison Lobão (MA), Valdir Raupp (RO) e Roberto Requião (PR), além de outros nomes não especificados.

Por sua parte, Saud afirmou que houve pagamento de aproximadamente R$ 46 milhões a senadores do MDB e acrescentou: foi a pedido do PT.

De acordo com o que informou o delator, apesar de diversas doações terem sido realizadas de forma oficial na época, “tratava-se de vantagem indevida, uma vez que dirigentes do PT estariam comprando o apoio de peemedebistas para as eleições de 2014 como forma de assegurar a aliança entre os partidos”.

O ex-executivo da J&F afirmou ainda, que o objetivo era “manter a unidade no PMDB, já que havia, à época, risco de ruptura, com a perspectiva de integrantes do partido passarem a apoiar formalmente a campanha de Aécio Neves à Presidência da República.”

Vale ressaltar que, ao abrir tal inquérito, Edson Fachin destacou que, por enquanto, não é possível dividir a investigação sobre as pessoas sem foro privilegiado porque houve “descrição de condutas materialmente imbricadas”.

Fonte: ig

O post Fachin autoriza inquérito que apura repasses de R$ 40 milhões a políticos do MDB apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Fachin autoriza inquérito que apura repasses de R$ 40 milhões a políticos do MDB
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

PM é preso pelo desaparecimento de ex- mulher e não diz nada em depoimento

Diogo foi preso no fim da manhã de sábado no Hospital Bom Retiro, onde estava …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *