Web Statistics
Incêndio em centro de detenção em GO deixa nove mortos | Gazeta de Rondônia
segunda-feira ,22 outubro 2018
Página Inicial / Brasil / Incêndio em centro de detenção em GO deixa nove mortos

Incêndio em centro de detenção em GO deixa nove mortos

OAB informa que locar estava superlotado e não tinha estrutura para receber internos

Nove jovens morreram e um ficou gravemente ferido em incêndio, nesta sexta-feira, no centro de internação provisória para menores do 7º Batalhão da Polícia Militar, no Jardim Europa, em Goiânia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio começou após os adolescentes atearam fogo em um colchão enrolado na grade de um dos alojamentos da Ala A. Os bombeiros, no entanto, não informaram o motivo da ação dos jovens.

A Secretaria Estadual Cidadã, que administra a unidade, informou que vai interditar o prédio e investigar as causas do incêndio.

Os corpos das vítimas foram carbonizadas e, segundo o Instituto Médico Legal (IML), deverão ser identificados pela arcada dentária.

No centro de internação estavam cerca de 50 internos, mas no alojamento incendiado havia 11 adolescentes, segundo o Corpo de Bombeiros. No entanto, segundo documento obtido pela TV Anhanguera, no último dia 6 de março uma vistoria no local detectou que a unidade estava superlotada. Apesar de ter 52 vagas, o local abrigava 84 menores.

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado às 11h27 e enviou quatro caminhões para apagar as chamas e resgatar feridos.

Familiares e advogados reclamam da falta de informações sobre as vítimas e os sobreviventes. Membro da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Gilles Sebastião Gomes criticou o local onde os menores estavam e informou que irá criar um comitê para a análise do caso.

– Em 2013, a Defensoria Pública do Estado de Goiás entrou com uma ação civil pública que determinava a limitação das vagas no centro de internação, o que não ocorreu até hoje. A Ordem dos Advogados do Brasil vai tomar atitude no sentido de interditar essa unidade e, caso contrário, limitar as vagas em 50 internos – disse.

Ele afirmou ainda que a unidade não tinha a estrutura necessária para receber os internos.

– Essa unidade tem capacidade para 50 internos, mas nos últimos dias oscilava em cerca de 80 pessoas. Sem contar isso, falta água com frequência. As condições que o próprio Estatuto da Criança e Adolescente determina não são cumpridas – explicou.

Fonte: oglobo

O post Incêndio em centro de detenção em GO deixa nove mortos apareceu primeiro em Painel Político.



___________________________________________
LINK DA NOTÍCIA:Incêndio em centro de detenção em GO deixa nove mortos
FONTE: PAINEL POLÍTICO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

SEJA UM REPÓRTER CIDADÃO

Vários vídeos, matérias e denúncias são enviados diariamente a nossa redação pelos leitores do GAZETA DE RONDÔNIA.

Se a imprensa de seu município ou Estado não noticia reportagens sobre corrupção, envolvimento de pessoas ou autoridades em crimes, abusos ou de qualquer outra natureza que seja de interesse público?

Mande sua pauta que nós publicamos!

Pode ser pelo e-mail: contato@gazetaderondonialcom.br ou pelo WhatsApp da Redação: (66) 9.8412 – 5210.

Envie fatos com imagens, comprovação, documentos, processos, que a gente apura e publica.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe, via Facebook e WhatsApp

Publicado por » Danny Bueno

Especializado em Jornalismo Político e Investigativo. Está radicado nos Estados de Mato Grosso e Rondônia, construiu a carreira trabalhando para sites, jornais e emissoras de TV de Mato Grosso e Rondônia. É assessor de imprensa, é roteirista, produtor de eventos, compositor, editor de conteúdo, relações públicas, analista político e de marketing social. É filiado à ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. (http://portaldosjornalistas.com.br/jornalista/danny-bueno)

Que tal ler esta?

Greve de caminhoneiros faz governo estender vacina contra gripe

Sem transporte ou com pouco combustível, muitas pessoas não conseguiram chegar até os postos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *